Estratégias de Marketing: uma avaliação dos serviços de saúde

Claucir Antonio Weiber Junior Antonio Weiber, Renato Zancan Marchetti Zancan Marchetti, Lucio Scheuer Lucio Scheuer, Alex Cáceres Leite Cáceres Leite

Resumo


O setor de serviços é o que mais cresce no mundo e a sua qualidade pode ser utilizada pelas empresas como uma estratégia competitiva. O objetivo deste estudo é mensurar a percepção sobre a qualidade dos serviços de saúde prestados em uma organização militar de saúde sob o ponto de vista de seus usuários. Realizou-se uma breve revisão da literatura sobre a qualidade em serviços, abordando conceitos relacionados ao foco da pesquisa, visando dar sustentação teórica ao presente estudo. Para atingir o objetivo proposto utilizou-se da escala SERVQUAL que permitiu avaliar o nível de qualidade percebida em uma organização militar de saúde, situada no oeste paranaense. O estudo caracteriza-se como descritivo com abordagem predominantemente quantitativa para uma amostra de 172 usuários. O estudo identificou a qualidade dos serviços de saúde e os resultados obtidos apresentaram-se, de uma forma geral, abaixo da zona de tolerância indicada pelos usuários. Com o presente estudo, a organização pode estabelecer uma estratégia de marketing e interferir no processo de forma a melhorar os serviços prestados e oferecer uma qualidade superior aos seus beneficiários.


Texto completo:

PDF

Referências


AARIKA-STENROOS, L.; JAAKKOLA, E. Value co-creation in knowledge intensive busi-ness services: a dyadic perspective on the join problem solving process. Industrial Marketing Management, v.41, p. 15-26, 2012.

BARBOSA, F. L. S.; RABÊLO NETO, A.; MOREIRA, R. N.; BIZARRIA, F. P. A. As dimensões da escala Servqual na qualidade percebida por clientes de postos de combustível: um estudo em Teresina-PI . Revista Capital Científico - Eletrônica, v. 14, n. 3, p. 117-131, 2016.

BERRY, L. L.; PARASURAMAN, A.; ZEITHAML, V. A. The service-quality puzzle. Busi-ness Horizons, v. 31, n. 5, p. 35-43, 1988.

BRAMBILLA, F. R.; GUSATTI, C. E. A Influência da Sinalização de Websites na Qualidade Percebida e Intenção de Compra em Serviços na Internet . Revista Capital Científico - Ele-trônica, v. 15, n. 3, p. 73-89, 2017

DAVIS, M; et al. Fundamentos da administração de produção. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

DONABEDIAN, A. La calidad de la atención médica: definición y métodos de evaluación. Mexico: La Prensa Médica Mexicana, 1980.

ENGELMAN, R.; FRACASSO, E. M.; BRASIL, V. S. A qualidade percebida nos serviços de incubação de empresas. REAd. Revista Eletrônica de Administração, v. 17, n. 3, p. 802-822, 2011.

FADEL, M. A. V.; FILHO, G. I. R. Percepção da qualidade em serviços públicos de saúde. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 26, 2006, Fortaleza. Anais...Fortaleza: Abepro, 2006.

FITZSIMMONS, J. A.; FITZSIMMONS, M. J. Administração de Serviços: operações, es-tratégia e tecnologia de informação. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2000.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6.ed. São Paulo: Atlas, 2009.

GRONROOS, C. A. Service Quality Model and its marketing implications. European

Journal of Marketing, USA, v.18, n.4, p. 36 – 44, 1984.

GRONROOS, C. A. Marketing: gerenciamento e serviços: a competição por serviços na hora da verdade. Rio de Janeiro: Campus, 1993.

GRONROOS, C. A. Marketing: gerenciamento e serviços. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

HAIR, J.F. et ali. Multivariate data analysis. New York: Prentice Hall, 1995.

HARGREAVES, L.; ZUANETTI, R.; LEE, R. Qualidade em prestação de serviços. 2 ed. Rio de Janeiro: editora Senac Nacional, 2001.

JOHNSTON, R. The determinants of service quality: satisfiers and dissatisfiers. International Journal of Service Industry Management, v. 6, n. 5, p. 53-71, 1995.

JURAN, J. M.; DE FEO, J. A. Juran’s quality handbook:the complete guide to performance excellence. 6th edition. New York: McGraw-Hill, 2010.

KOTLER, P. Administração de Marketing. 5. ed, São Paulo: Atlas, 1998.

LOVELOCK, C.; WRIGHT, L. Serviços: marketing e gestão. São Paulo: Saraiva, 2001.

LOVELOCK, C.; WRIGHT, L. Serviços: marketing e gestão. São Paulo: Saraiva, 2003.

MALHOTRA, N. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. 3. ed., Porto Alegre:

Bookman, 2001.

MEZOMO, J. C. Gestão da qualidade na saúde: princípios básicos. São Paulo: Manole, 2001.

MOHAMMAD, A. A. S.; ALHAMADANI, S. Y. M. Service quality perspectives and cus-tomer satisfaction in commercial banks working in Jordan. Middle Eastern Finance and Economics, v. 14, n. 1, p. 60-72, 2011.

MORGAN, N. Marketing and business performance. Journal of the Academy of Marketing Science, v.40, p.102-119, 2012.

MARTINS, M. C. F. N. Humanização da assistência e formação do profissional de saúde. Psychiatry on line Brazil, v. 8, n. 5, 2003.

OAKLAND, J. Gerenciamento da qualidade total. São Paulo: Nobel, 1994.

OLIVEIRA, O. J. et al. Gestão da qualidade: tópicos avançados. São Paulo: Cengage Learn-ing, 2011.

OLIVER, R. L. Satisfaction: a behavioral perspective on the consumer. New York: M. E. Sharpe, 2010.

PARASURAMAN, A; ZEITHAML, V. A; BERRY, L. L. A conceptual model of service quality and its implications for future research. Journal of Marketing, Chicago, v. 49, n. 4, p. 41-50, Fall 1985.

PARASURAMAN, A.; ZEITHAML V. A.; BERRY L. L. Servqual: A multiple-item scale for measuring consumer perceptions of service quality. Journal of Retailing, v. 64, n. 1, p. 12-40, 1988.

PARASURAMAN, A.; ZEITHAML, V. A.; BERRY, L. L. Alternative scales for measuring

service quality: a comparative assessment based on psychometric diagnostic criteria. Journal

of Retailing, v.70, p.201-230, 1994.

PIRES, G. S.; NASCIMENTO, J. S.; ABREU, N. R. Qualidade de Serviço: uma Análise na Livraria X no Contexto Físico e Virtual . Revista Capital Científico - Eletrônica, v. 14, n. 2, p. 42-59, 2016.

PRENTICE, C. Who stays, who walks, and why in high-intensity service contexts. Journal of Business Research, v. 67, n. 4, p. 608-614, April 2014.

RICHARDSON, R. J. et al. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3.ed.rev.amp. São Paulo: Atlas, 1999.

RIGHI, A. W.; SCHMIDT, A. S.; VENTURINI, J. C.. Qualidade em serviços públicos de saúde: uma avaliação da estratégia saúde da família. Revista Produção Online, v. 10, n. 3, p. 649-669, 2010.

SILVA, L. C. S.; KOVALESKI, J. L.; GAIA, S. Qualidade em serviços: uma análise teórica sobre as principais características. Revista Gestão Industrial, Paraná, v. 7, n. 4, p. 140-153, 2011.

TANAKA, O. Y.; MELO, C. Reflexões sobre a avaliação em serviços de saúde e a adoção das abordagens qualitativa e quantitativa. In: BOSI, M. L. M.; MERCADO, F.J. Pesquisa qualitativa de serviços de saúde. Petrópolis: Vozes, 2004.

URDAN, A. T. A qualidade de serviços médicos na perspectiva do cliente. Revista de Ad-ministração de Empresas, São Paulo, v. 41, n. 4, p. 44-45, out./dez., 2001.

YIN, R. Estudo de caso: planejamento e métodos. Bookman, 2004.

ZEITHMAL, V. A.; BITTER, M.J. Marketing de serviços: a empresa com foco no cliente. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O Caderno Profissional de Marketing Unimep (CPMark), Qualis B3, ISSN 2317-6466, está presente nos seguintes indexadores: 

 

 

 

 

Flag Counter